Roteiro Gastronómico de Penafiel

A minha visita a Penafiel surgiu na sequência de um encontro de Bloggers de Viagens. Poderás saber mais sobre este encontro lendo o que escrevi neste artigo. A região do Alto Douro Litoral está repleta de tradições e costumes. A gastronomia de Penafiel é verdadeiramente uma relíquia para o nosso estômago e também aos nossos olhos. Durante a minha estadia nesta cidade portuguesa tive a oportunidade de conhecer e provar uma nova cultura fazendo um roteiro gastronómico de Penafiel.

Penafiel Park Hotel & Spa

Para um jantar requintado, romântico e festivo, o restaurante do Penafiel Park Hotel & SPA tem uma excelente oferta. Todo o serviço foi simplesmente sublime. Adoro recordar o momento em que descobrimos que o destino da nossa viagem gastronómica era neste restaurante. Tivemos uma noite fantástica a degustar a nova carta com pratos de seleção, deliciosamente criados pelo Chef Sérgio Lopes.

A originalidade do Chef esteva presente em cada prato. Para entrada entreteram o nosso paladar com rolinhos folhados de carne e espinafres e ainda um trio de manteigas. Entretanto serviram-nos a sopa. Na mesa tínhamos um prato fundo com três camarões adornados com ovas e uns verdes. Para completar o prato trouxeram pequenos bules de chá. De repente, o prato com três camarões solitários deram lugar a um belo creme de camarão. Para surpresa de todos serviram-nos um lombo de salmão, com ameijoas acompanhado de um ninho de noodles. À sobremesa brindaram-nos com um doce manjar de vários tamanhos e texturas. Havia macarons, gelado de café, mousse de baunilha e café, bolo de chocolate, uma flor comestível e uns grãozinhos de café. Uma montanha de elementos deliciosos.

Nestes pratos descobrimos uma junção harmoniosa de sabores. Sentimos que houve preocupação e cuidado na escolha dos ingredientes, respeito na forma como os preparam e confecionam. É de aplaudir o trabalho deste Chef e de toda a equipa da cozinha do hotel.

Nota: Na preparação deste registo sobre o jantar no hotel contei com a colaboração da Inês do Blog Sempre Entre Viagens. É uma viajante incansável, já conhece 51 países, sonha dar a volta ao mundo e ambiciona explorar todo o planeta. É também uma apaixonada por história, fotografia e é líder de viagens! Este registo fotográfico é da autoria da Inês. Não tem um ótimo aspeto?

Quinta da Aveleda

O vinho é outra relíquia de Penafiel, que vale a pena descobrir. Em especial o vinho verde cujas características são únicas no mundo. A Quinta da Aveleda pertence à família Guedes há cerca de 300 anos e não é à toa que esta é uma das melhores quintas de produção de vinho na região do Vinho Verde. Na nossa visita guiada por Aveleda fomos convidados a passear pelos lindos jardins que nos fizeram suster a respiração ao virar em cada esquina.

Durante o nosso passeio acarinharam-nos com uma prova de queijos e vinhos, ambos produção da Quinta da Aveleda. Sobre os queijinhos tivemos dois à escolha: um amanteigado, o meu favorito, e outro com mais tempo de cura. São ambos muito bons, só faltou umas tostas à acompanhar. Para ajudar o queijo a escorregar melhor na garganta bebericamos um vinho verde da vindima de 2017, uma excelente combinação.

No final da visita tivemos ainda o privilégio de provar as novas Sangrias Casal Garcia. À nossa escolha tínhamos três opções de sangria: Tinta, Branca e de Frutos Vermelhos. Eu apenas provei a de Frutos Vermelhos e adorei. Senti um sabor doce e fresco que combinou na perfeição com a luz do pôr-do-sol.

Cozinha do Amásio

Tivemos o privilégio de saborear uma refeição tradicional na Cozinha do Amásio na Aldeia de Quintandona, a poucos km de Penafiel. Aqui realiza-se anualmente a “Festa do Caldo”, uma festa dedicada à gastronomia local.

Fomos muito bem recebemos nas instalações da Cozinha do Amásio para um almoço tradicional num ambiente muito acolhedor. O ambiente festivo que vivemos neste almoço fez-me lembrar os convívios que costumo fazer com a minha família.  Lá em casa da minha avó os lanches e almoços são sempre numa mesa comprida e sentamo-nos em bancos corridos. Em Quintandona tivemos duas mesas enormes para todos nos juntarmos à mesa.

À nossa disposição tivemos pedacinhos de queijo, chouriços de carne e broa para petiscar. Nesta mesa não podia faltar o famoso Caldo de sopa com carne, chouriço, corados, couve, com um sabor típico da terra. O prato principal desta refeição foi um arroz malandro de feijão e tomate bem apuradinho à moda portuguesa a acompanhar umas pataniscas saborosas. Por fim, recebemos um toque de doçura com “mijo de Jebo”, uma aguardente adocicada de mel e um pão-de-ló bem tradicional.

Uma curiosidade desta cozinha que me suscitou alguma graça foi a loiça utilizada para servir a refeição. Toda ela era feita de barro, relembrando-nos que estávamos noutra região do país com outras culturas e costumes. Com todos estes sabores regionais o nosso estômago ficou muito bem aconchegado.

Nota: Na preparação deste registo sobre o almoço em Quintandona contei com o apoio da Marina do Blog Let’s Run Away. Ela e o João criaram o blog para mostrar ao mundo que é possível ter um trabalho e uma vida normal e aproveitar todos os momentos possíveis para viajar. Todo o registo fotográfico é da autoria deles. Os pratos têm um aspeto saboroso. E eram mesmo, bem caseirinhos!

Outros Sabores Penafidelenses

Neste passeio não podemos provar toda a gastronomia local mas satisfizemos a nossa curiosidade sobre outros pratos típicos da região:

  • O cabrito assado é um dos pratos mais tradicionais do concelho. Antigamente, era um prato que demonstrava a abundância no lar. Recomenda-se servir com batata assada e arroz, tudo cozido nos tradicionais fornos a lenha que lhe dão um sabor único.
  • A lampreia pode ser cozinhada no famoso arroz de lampreia, à moda de Entre-os-Rios ou servida como lampreia à bordalesa. Penafiel é um dos locais onde melhor se pode apreciar esta iguaria.
  • Para os mais gulosos as doçarias de Penafiel são um convite ao pecado. Há quem se perca de amores pelos bolinhos de amor e pelas tortas de São Martinho. Estas tortas são feitas numa massa folhada fina, recheada com carne picada e polvilhadas com açúcar e canela.

Como vêem esta cidade tem muitos sabores para nos oferecer, o difícil é mesmo escolher! Faz como eu e explora este ou outro roteiro gastronómico de Penafiel.

E tu já provaste algum destes pratos penafidelenses?

Seguir:
Cristina

Apaixonada por viagens.
Deliciada pela Gastronomia.
Fotografa Paisagens e Comida.

Find me on: Web | Facebook

Deixa aqui a tua mensagem

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this:

À Procura de Algo?