Gastronomia da Lousã a Caminho da Praia das Rocas

burgo lousã

Há quase um ano, numa data especial, usufruí de um dia fantástico de calor e diversão na Praia das Rocas e ainda tive direito a um jantar delicioso onde provei a gastronomia da Lousã.

Diversão na Praia das Rocas

É em Castanheira de Pêra que se encontra a Praia das Rocas, a maior piscina com ondas artificiais do país. O espaço dispõe de balneários com chuveiros, bares com esplanada, palmeiras tropicais e a praia é vigiada por nadadores salvadores. A Praia das Rocas está aberta todo o ano. A entrada custa cerca de 5 a 8 euros por pessoa. Para teres uma noção geográfica da zona as suas instalações ficam no distrito de Leiria, entre Lousã e Pedrógão Grande.

A praia das rocas é um autêntico paraíso para os amantes de praias artificiais. No interior do recinto há uma pequena albufeira e uma ponte pedonal. Há também uma pequena ilha no centro onde se pode estender a toalha e relaxarmos uma tarde inteira a apanhar sol. Para os esquecidos há guarda sóis e espreguiçadeiras para alugar. Para as famílias grandes que levam o farnel estejam descansadas que há espaço para fazer lanches e picnics. Há até uma área própria para guardar as marmitas e objetos de grande valor. A piscina é gigante e satisfaz todos os gostos aquáticos. Pode-se nadar, mergulhar, andar de barco a remos, passear sobre a água em gaivotas e, para os mais aventureiros, há também slide, escalada e rappel. Há uma zona onde a piscina tem ondas grandes artificiais que são ativadas uns cinco minutos, a cada hora do dia.

Confesso que não sou apaixonada por piscinas nem mesmo por mar. Adoro estar na toalha na praia e caminhar junto ao mar com os pés na areia molhada. Contudo não sou mulher de água, prefiro a montanha e o campo e até mesmo a cidade. Para contrastar o meu namorado é fanático por água. Portanto fui satisfazer a paixão que este homem tem por parques aquáticos e praias fluviais. E não é que foi um sucesso? Adorou tanto que já me perguntou se podemos repetir a dose em breve. Numa das vezes que as ondas gigantes foram ativadas consegui filmar por breves segundos o fenómeno pelo qual as crianças alucinam na Praia das Rocas.

Ondas Artificiais na Praia das Rocas

Gastronomia da Lousã

Já que estávamos na zona, no regresso para casa, atravessamos a Serra da Lousã. Depois de dezenas de curvas e contra curvas parámos o carro perto da vila. Na nossa rota tivemos a sorte de descobrir o Restaurante O Burgo e decidimos provar a gastronomia da Lousã.

Para chegar ao restaurante basta seguir as placas com indicações para o Castelo da Lousã. Fica um pouco longe da vila, mas está mesmo ao lado Castelo da Lousã. À volta do restaurante e nas suas redondezas há uma vegetação densa, na sua frente tem uma ponte sobre o rio Arouce, e há uma pequena cascata. Apesar da vista fantástica há um número de lugares de estacionamento super limitado. Tem uma entrada íngreme e é difícil fazer manobras com o carro (tenho um corsa pequeno). Para quem preferir, pode-se deixar o carro no parque do castelo e caminhar cerca de 250 metros até ao Burgo.

Jantar no Restaurante O Burgo

O restaurante tem duas salas de refeições. Na primeira a decoração é mais tradicional e tem disposto nas paredes e nas mesas artesanato regional. Também estão expostas fotos com famosos, diplomas de mérito, recortes de notícias e prémios atribuídos ao restaurante. A segunda sala fica numa varanda onde as paredes são envidraçadas e nos oferecem uma vista fantástica da paisagem em redor. Como somos amantes da natureza o nosso instinto levou-nos para a varanda suspensa e sentamo-nos numa mesa redonda.

Recomendo que façam reserva. Os empregados são simpáticos e muito prestáveis, uma vez que pedimos que nos ajudassem a escolher e explicaram-nos o que eram os vários pratos da ementa.
O jantar foi uma espécie de banquete com o nome de Rapsódia. Tudo comida típica da região da Serra da Lousã. Trata-se de um menu para duas pessoas que incluía 6 entradas, 6 pratos principais e 6 sobremesas. Foi recomendação do empregado de mesa e temos muito a agradecer. Imaginam o resultado final deste menu? Sobrou comida porque era tanta (imensa) fartura, meu deus!

As entradas chegaram num tabuleiro com seis tigelas de barro. No interior havia azeitonas, grão de bico com dobrada, salada de polvo, queijos, pataniscas de bacalhau e enchidos. Para o jantar trouxeram novas tigelas com cabrito, coelho, javali e veado com temperos distintos e cozinhados de várias maneiras. A sobremesa também nos surpreendeu quando nos trouxeram o Pijama. É um leque de seis produtos regionais onde há Requeijão com Doce de Abóbora, Tigelada Lousanense, Pudim de Mel com Castanhas, Farófias, Bolo de Chocolate e outra que não me lembro.

O Burgo foi uma verdadeira surpresa no serviço, na comida e na apresentação. Adorámos e prometemos voltar para explorar melhor a Serra da Lousã e as suas aldeias históricas.

E tu, já conhecias esta zona do centro de Portugal?

Cristina
Cristina

Apaixonada por viagens.
Deliciada pela Gastronomia.
Fotografa Paisagens e Comida.

Find me on: Web | Facebook

2 Comments

    • Setembro 21, 2019 / 6:49 pm

      A Lousã tem muitos lugares lindos que ainda tenho a descobrir. Vou voltar para conhecer as outras aldeias da Serra. Obrigada! 🙂

Deixa aqui a tua mensagem

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


À Procura de Algo?