Gastronomia de Aveiro – Um Roteiro de Sabores Costeiros

Gastronomia de Aveiro – Um Roteiro de Sabores Costeiros

A gastronomia de Aveiro é uma verdadeira perdição para o nosso estômago. Considero esta cidade a minha segunda casa. Na adolescência, os meus programas de fim-de-semana eram ir de comboio, com as minhas amigas da Secundária, passear por Aveiro. Íamos caminhar pela Avenida Lourenço Peixinho e lanchávamos na Praça do Peixe. Outras vezes íamos ao Fórum e ao fazer compras de miúdas adolescentes e petiscávamos ovos moles pelo caminho.

Os meus fins-de-semana eram preenchidos a passear pelas ruas e vielas da cidade até nos fartarmos. Não foi só na minha adolescência mas também os meus anos de Universidade foram passados em Aveiro. Durante cinco fantásticos anos andei eu, todos os dias da semana, nesta cidade tão pitoresca. Se quiseres saber o que podes visitar sugiro-te que leias o artigo Um Fim-de-semana em Aveiro onde deixo-te várias sugestões.

Em todos estes anos de vivência por Aveiro aprendi muito sobre os seus costumes e sobre a gastronomia local. Já conheço e provei praticamente todos os pratos típicos da região e sinto-me super confortável a indicar-te os meus favoritos. Nesse sentido preparei este roteiro com sugestões deliciosas para que possas provar os sabores doces e salgados da cidade.

Gastronomia de Aveiro

Aveiro é um destino português que evoluiu bastante nos últimos anos. O turismo tem crescido imenso na sequência de uma grande afluência de turistas franceses e espanhóis. Os turistas sentem-se atraídos pela nossa prática de pesca, a Arte Xávega, e pela proximidade da cidade com o oceano. A gastronomia da região é caracterizada pela confecção de diversos pratos com produtos frescos do mar e da ria. Podes descobrir um pouco mais sobre a gastronomia Aveirense no site de turismo da cidade.

Sabores do Mar

Aveiro, tal como outras cidades da costa portuguesa, é famosa pelos seus pratos do mar e da ria onde a estrela é o peixe.

Eu e tantos outros aveirenses fomos habituados a ter todas as semanas uma refeição de bacalhau ao jantar. Seja ele cozido, grelhado ou assado. Este peixe não pode faltar na nossa despensa nem em nenhum menu dos restaurantes da cidade.

Outro ingrediente típico dos pratos gastronómicos de Aveiro é a enguia. Apanhada nas águas da ria, a enguia faz as delícias dos turistas que ficam admirados com a sua versatilidade. Tradicionalmente é servida guisada numa caldeirada, mas há quem as prefira fritas. Para experimentar esta iguaria é mais fácil encontrá-la nos menus dos restaurantes centrais da cidade, junto à Praça do Peixe.

Restaurantes da Rua 31 de Janeiro

Refugiada do centro e da confusão dos turistas que passeiam pelas vielas da cidade, esta é a rua onde como. Uma vez por mês, em passeios de família, é aqui que terminamos a noite, aconchegando a barriga com refeições caseiras.

O Adriano

Quer seja para almoçar ou jantar, este restaurante é a minha escolha de eleição quando passeio em família por Aveiro. No centro da cidade, junto ao Teatro Aveirense, está este pequeno restaurante mesmo ao fundo da Rua 31 de Janeiro.

Entrada do Restaurante Adriano

Há anos que somos muito bem recebidos pelo Sr. Manuel, o dono do estabelecimento e também quem nos serve à mesa. Quem realmente gosta de comida simples e caseira, não há lugar melhor. Ele sempre nos brinda com boa disposição, quer na língua portuguesa, inglesa, francesa ou espanhola. “Com certeza” – diz-nos ele sempre com um sorriso.

O conforto e o bem-estar do cliente é a prioridade do Sr. Manuel. Todos os pratos que nos oferece são confecionados com os melhores produtos da época. Ao longo dos anos fomos percebendo que todos os produtos são escolhidos a dedo e comprados por si. Apaixonado pelo seu trabalho, recorre ao mercado, à peixaria e à padaria de produtores locais já conhecidos de longa data.

O interior tem uma decoração antiga, mas muito cuidada, como se fosse a casa acolhedora dos meus avós. Há sempre música suave de fundo, como o tocar de um piano ou jazz, o que torna o ambiente romântico.

Os meus pratos favoritos desta casa são as lulas, os rojões e o salmão. Tudo acompanhado com arroz branco ou batatas fritas às rodelas. Já o meu pai é apaixonado pelo bacalhau grelhado nas brasas a carvão, com batatas a murro. Um clássico da cidade. Para sobremesa não resistimos às natas do céu, à mousse e à doce trapalhada da casa. Uma perdição!

Aqui, uma dose serve duas pessoas. Em média gasta-se 8€ a 10€ por pessoa. Para mais informações consulta o site Boa Cama, Boa Mesa, uma vez que o restaurante não tem página oficial.

A petiscar azeitonas enquanto espreitamos a ementa
gastronomia de aveiro
Bacalhau na brasa com batatas a murro
Adega Evaristo

Também a meio da rua 31 de Janeiro, ao lado Teatro Aveirense, está este restaurante tradicional. Para variar, preferencialmente ao almoço, também recorremos ao Evaristo para uma refeição rápida e caseira.

Entrada do Restaurante Adega do Evaristo

Este restaurante é um espaço pequeno, tradicional e acolhedor. É gerido num ambiente familiar por marido no serviço das mesas e mulher na cozinha. O seu interior revela uma decoração antiga mas cheia de memórias com quadros de fotografias históricas. Da primeira vez fomos surpreendidos com o chão em calçada que lhe dá um ar rústico. Há duas salas de refeições e ainda uma zona de bar para se petiscar ou comer pratos rápidos. Por vezes está cheio e é preciso esperar por uma mesa mas vale a pena aguardar. Os donos não estão devidamente preparados para receber estrangeiros e nota-se esse desconforto no serviço, principalmente nos dias mais movimentados.

Aqui a comida também é muito boa, servida em grandes quantidades e com um gostinho caseiro apetitoso. Os meus pratos preferidos são a vitela assada, a especialidade da casa, e ainda o bacalhau com natas no forno. O meu pai nunca come outra coisa para além do bacalhau grelhado, é impressionante. Nunca comi nenhuma sobremesa aqui para além de gelado mas certamente que qualquer doce será uma delícia.

Cada dose serve duas pessoas. Em média gasta-se 7€ a 10€ por pessoa. Para mais detalhes consulta o site Boa Cama, Boa Mesa, uma vez que o restaurante também não tem página oficial.

Restaurantes da Praça do Peixe

A Praça do Peixe está num dos espaços mais típicos da cidade onde se encontra grande parte da animação noturna. A zona é repleta de bares e restaurantes em plena praça e nas ruas adjacentes. Razão pela qual faz com que estes estabelecimentos sejam mais indicados para visitantes e estrangeiros. Como é uma uma zona mais cara os habitantes locais não costumam gastar o seu dinheiro aqui com tanta regularidade.

Mercado do Peixe

Este restaurante fica no 1.º andar do Mercado do Peixe. A casa tem uma enorme sala de refeições toda vidrada, oferecendo uma vista privilegiada sobre a praça e a ria.

restaurante aveiro
Vista sobre o Mercado do Peixe com o Restaurante no 1.º andar

Com muita pena minha nunca comi neste restaurante. Quando pensei ir lá jantar em família, há cerca de um mês, achei o preço exagerado e desisti da ideia. O Mercado do Peixe não é um restaurante para os apreciadores de carne, mas sim para os amantes de peixe.

Na noite que ia lá jantar espreitei o menu que está disponível à entrada do edifício no rés-do-chão. A lista de pratos de peixe é enorme e variada. Em destaque tinha cataplana à praça do peixe, o bacalhau assado, a caldeirada de enguias e o arroz de marisco. Para minha admiração, noutra página da ementa havia uma única oferta de carne, o bife grelhado.

Por norma, as doses são individuais. Excepcionalmente há um ou outro prato que alimenta duas pessoas, como a caldeirada. Em média gasta-se 15€ a 25€ por pessoa. Podes consultar mais informações no site oficial do restaurante.

restaurante aveiro
Fachada do Restaurante Mercado do Peixe
O Telheiro

O telheiro é um restaurante já antigo situado no centro, curiosamente, ao lado do Mercado do Peixe. É um espaço simples mas bastante tradicional. Há alguns anos atrás almocei aqui, creio que por duas vezes. Lembro-me do restaurante ter três salas e uma zona de bar à entrada. Era um pouco barulhento nesta última zona. A casa enche com rapidez e chega a ter fila pelo que é melhor fazer reserva para não ficar muito tempo à espera, se forem fim-de-semana.

Nesta casa, como não poderia deixar de ser, a especialidade é o peixe. Adorei comer o arroz de polvo e recordo-me de ver travessas de bacalhau com natas a serem servidas noutra mesa que tinham um aspeto delicioso. Também me lembro de provar um bocado da vitela assada que também me soube muito bem. Para a sobremesa não há nada melhor do que terminar com um doce leite creme com uma crosta estaladiça.

Uma dose serve duas pessoas na perfeição. Aqui gasta-se cerca de 10€ a 15€ por pessoa. Podes consultar mais detalhes no site oficial do restaurante.

Entrada do Restaurante Telheiro
O Boteco

Este restaurante-bar tem uma vista privilegiada sobre a Ria de Aveiro. Este espaço colorido, ancorado no Cais dos Botirões, atrai os locais que passam as suas tardes de verão na esplanada até ao anoitecer.

gastronomia de aveiro
Restaurante Boteco ao lado da famosa Casa Amarela

As refeições aqui são muito simples, práticas e rápidas. Aqui, o tradicional é servir-se de umas entradas e petiscos. Este restaurante é o local ideal para comer gambas ao alho, caracóis e tremoços acompanhados de um sumo fresco ou uma caipirinha. Por vezes, à noite, há espetáculos de música ao vivo na esplanada e torna-se um ambiente bem animado.

As refeições dão para duas pessoas. Em média gasta-se 4€ a 8€ por pessoa. Procura mais informações na página de facebook do restaurante.

Restaurante Boteco entre edifícios com fachadas de estilo Arte Nova

Doçaria Aveirense

Se perguntares a várias pessoas qual é o doce tradicional de Aveiro, certamente que muitos responderão: Ovos Moles. Eu, que sou bem conhecedora da gastronomia local, confirmo-o mas acrescento à lista outros doces igualmente irresistíveis.

Não é novidade nenhuma que Portugal é conhecido pelas suas relíquias doces à base de ovos, cozinhadas de inúmeras maneiras. Há séculos atrás, as freiras do Convento de Jesus, o atual Museu de Santa Joana, deixaram bem preservada na região Aveirense, a maravilhosa receita dos ovos moles. A receita mantém-se, mas a técnica da cozedura e a sua apresentação para degustação evoluiu. Este doce é servido em barricas de madeira pintadas com desenhos alusivos à região ou em revestimento de hóstia com formas do mar.

Mais tarde foram criadas outras variações deste doce proporcionando aos habitantes locais mais razões para adorar a sua gastronomia. As Castanhas de Ovos e as Broas de Ovos são esses doces típicos que recheiam as montras das confeitarias Aveirenses.

Para experimentares estas e outras doçarias regionais de Aveiro poderás encontrá-las em várias pastelarias junto ao Rossio. Espreita a Confeitaria Peixinho e a Oficina do Doce para uma experiência tradicional. Para uma experiência fora do óbvio prova as Tripas de ovos moles da casa Tripas da Praça e ainda os Cartuchos da Pastelaria Ramos.

Confeitaria Peixinho

É principalmente aqui que os habitantes locais se abastecem de doçarias. Não é à toa que esta casa se mantém aberta ao público desde o século XIX. Para agrado dos residentes e dos turistas, a pastelaria foi alvo de remodelações no início de 2019 e está um espanto. Qualquer loja ou confeitaria de Aveiro vende Ovos Moles e outros doces típicos da região mas foi aqui que nasceu a tradição. Eu continuo a acreditar que neste pequeno cantinho são produzidos os melhores docinhos de Aveiro.

Sejam eles revestidos de hóstia ou simplesmente servidos numa barrica de madeira e comidos à colher ou até em forma de fios de ovos. Subam, peçam um café e um doce e vive uma excelente experiência gastronómica. Definitivamente a não perder.

Entrada da Confeitaria Peixinho

Oficina do Doce

Se fores um viajante curioso ou um “food lover” que adora meter as “mãos na massa” e queres saber como se faz Ovos Moles podes fazer um workshop. Na Oficina do Doce, uma pastelaria em frente ao Cais dos Moliceiros, é possível aprenderes todos os passos para criares na perfeição os teus ovos moles. No workshop explicam-te como os preparar e contam-te a sua história enquanto pões em prática esta deliciosa receita.

gastronomia de aveiro
Edifício da Oficina do Doce
doçaria de aveiro
Doçarias da região de Aveiro na montra da Oficina do Doce

Tripas da Praça

As tripas são outro doce muito apreciado pelos locais. Encontra-se muito em todo o país mas é em Aveiro que está enraizada a tradição. São preparadas à base de massa para waffles, são recheadas a gosto e embrulhadas em camadas num formato de lençol. Muitos jovens que andam pelos bares da Praça à noite a divertir-se, quando têm fome, passam por aqui e enchem a barriga.

Eu já perdi a conta às vezes que comi tripas e sabem-me sempre tão bem, especialmente nos dias frios, seja dia ou noite. Pessoalmente, prefiro o recheio de chocolate preto mas podes pedir o recheio que te apetecer. Desde chocolate, ovos moles, doce de fruta e até sabores bizarros de queijo e fiambre. Os sabores à escolha são imensos. Por fim pede para polvilhar com pó de canela, chocolate ou açúcar e delicia-te com este pecado calórico.

gastronomia de aveiro
Tripa de chocolate preto polvilhada com canela em pó

Outros Sabores do Distrito de Aveiro

A realidade de eu viver na zona de Aveiro permitiu-me explorar a vasta gastronomia da região. Nesse sentido relembro a importância de outros pratos deliciosos que não podes deixar de provar durante a tua visita:

  • Leitão à Bairrada (Mealhada)
  • Vitela Assada (Sever do Vouga)
  • Pão-de-ló (Ovar)
  • Fogaça (Santa Maria da Feira)

Como vês esta cidade tem muitos sabores para nos oferecer, o difícil é mesmo escolher! Caso precises de ajuda a encontrar a localização destes espaços que indiquei podes pesquisá-los neste Guia de Viagem que preparei. Aproveita, vem um fim-de-semana visitar a cidade e explora estes sabores tradicionais da gastronomia de Aveiro.

Já provaste algum destes pratos aveirenses?

Cristina
Cristina

Apaixonada por viagens.
Deliciada pela Gastronomia.
Fotografa Paisagens e Comida.

Find me on: Web | Facebook

Deixa aqui a tua mensagem

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


À Procura de Algo?