Descobre a Cascata do Gerês

Foi no verão de 2013 que fizemos a nossa primeira viagem até à extrema Norte de Portugal. Fizemos os nossos planos, preparámos as malas e lá seguimos nós em direção ao Gerês. Antes de nos fazermos à estrada desenhamos um itinerário simples e fácil para nos guiarmos pela serra.

Podes ver o roteiro de um dia que fizemos no artigo Gerês – Roteiro pelo Parque Nacional de Peneda.

Um dos nossos pontos de interesse que encontrarás nesse guia é a Cascata Portela do Homem! Porquê? Durante as minhas pesquisas encontrei dezenas de opiniões e todas elas diziam o mesmo: esta linda cascata era uma das mais espectaculares do Parque Nacional do Gerês.

Assim que chegamos ao local estacionámos o carro, pegamos nas toalhas e no farnel e lá caminhamos até à entrada da cascata. De cima da ponte temos uma pequena miragem do paraíso. Mas antes disso deparámo-nos com o desafio de descer pelas pequenas rochas até lá. Para esta etapa aconselho ir com cuidado para evitar escorregar e, de preferência, com sapatilhas. Terminada a descida com sucesso, a maravilhosa chegada à cascata! Era a natureza no seu estado mais puro com uma fantástica queda de água onde pudemos nadar, mergulhar e saltar. Tenho de admitir: o meu namorado mergulhou e saltou; eu adorei ficar na toalha a apanhar sol. O poço da cascata era largo e bem fundo. Decididamente que as imagens falam por si. Ficámos totalmente rendidos. É dos locais mais românticos onde já estivemos. A água era fresca e cristalina, o calor de verão era imenso. Estava um dia de sol radiante e o corpo refrescava-se maravilhosamente nestas águas doces.

Como chegar à Cascata Portela do Homem em Gerês

Para quem desconhece, Portela do Homem é o nome de um passo de montanha sobre a fronteira entre Portugal e Espanha. Passo de Montanha é o termo técnico para a definição de uma fronteira entre países diferentes. É também nesta Portela o ponto limite do Parque Nacional do Gerês. Esta é a única fronteira do distrito de Braga e do Baixo Minho. A cascata encontra-se no coração do Parque Nacional do Gerês, junto à Portela, e são as águas do rio Homem que descem pelas rochas e formam esta paisagem maravilhosa.

Este pequeno paraíso está inserido numa zona protegida do Parque. Para se poder circular pela mata é necessário pagar-se uma quantia simbólica de 1,50€. Esta taxa permite a circulação no Parque durante todo o dia. Os guardas florestais que controlam as entradas e saídas relembram todos os visitantes para terem cuidado e para não abusarem do que a mãe natureza oferece. Depois de se entrar no Parque, na N308-1, deve-se prosseguir obrigatoriamente sem parar até se encontrar uma zona própria para estacionamento. O único local possível de estacionar perto da cascata é mesmo na fronteira da Portela do Homem. Deixa-se o carro devidamente estacionado, pega-se nas trouxas e volta-se para trás, á pé, uns 500 metros até à ponte que dá acesso à cascata. Mais uma vez: levem calçado adequado pois para lá chegar é obrigatório descer e subir um caminho rochoso com declive acentuado. Mas tudo isto vale bem a pena.

Aconselho também a atravessares a fronteira para Espanha e seguires até Lobios para conheceres a nascente de águas termais, ótimas para descansar.

Seguir:
Cristina

Apaixonada por viagens.
Deliciada pela Gastronomia.
Fotografa Paisagens e Comida.

Find me on: Web | Facebook

Partilhar:

3 Comments

  1. Fevereiro 22, 2018 / 10:07 pm

    r: Olá! E que belas recordações que tenho da Tunísia e de Benidorm *.*

    • Fevereiro 20, 2018 / 1:51 pm

      É verdade, mas com um calor quente e seco de verão sabe muito bem!

Deixa aqui a tua mensagem

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.